Desfralde Noturno – Como passar por ele com traquilidade

Olá Petit Moms!

Já contei aqui como foi a minha experiência como mãe no processo de desfralde diurno da minha filha, agora volto para contar como foi o “temido” desfralde noturno. 🙂

Se você ainda está começando o desfralde diurno, sugiro que leia primeiro o post sobre este tema, pois lá eu coloquei todas as ações de incentivo que fiz com minha filha e deram super certo! Então vale a pena ler, clicando aqui!

Digo “temido” porque confesso que tinha um receio quanto a esta etapa, e se muitas escapadelas noturnas ainda iríamos enfrentar.  Porém, conversando com minhas amigas, percebi que não era a única mãe a pensar isso, o que me deixou mais tranquila e com mais coragem para iniciar.

Então aqui vão as minhas dicas do que funcionou conosco:

Ainda quando ela usava fralda somente para dormir, comecei a diminuir a quantidade do leite que ela mamava antes de ir para a cama, por própria orientação do pediatra, para que ela não ficasse tão dependente deste leite a noite para matar a fome. Aproveitei esta orientação e já a coloquei em prática também para que ela ingerisse menos liquido a noite.

Comecei a oferecer esta mamadeira da noite mais cedo, assim ela teria chance de ir mais vezes ao banheiro antes de cair no sono.

Também passei a colocar a fralda da noite como última etapa antes do aconchego e da historinha para dormir, e mesmo assim, sempre que ela pedia para ir ao banheiro antes de dormir, estando com a fralda já colocada, eu a levava naturalmente, sem nem mencionar a fralda.

A primeira noite foi um sucesso!! Ficamos super felizes e fiz uma festa com ela com direito a muitos beijinhos e presente, ela ganhou um pijama da mulher maravilha que brilha no escuro, que é “só para meninas que não usam mais fralda para dormir”, e que sei lá por qual motivo ela chama de “pijama de super heroína” :-). E finalmente, aposentamos o nosso quadro de adesivos de incentivo (contei no post do desfralde diurno).

Mas claro que vieram as escapadelas, e estas exigiram muita paciência, pois acordar de madrugada para trocar a roupa da criança e da cama, não é fácil para ninguém. Porém, esta é mais uma etapa que temos que vivenciar com muito amor e sabedoria.

Percebi também, que falhei em alguns dias, quando esqueci de levá-la para mais um xixizinho num sábado em que ela ficou mais tempo acordada ou quando a deixei com minha mãe eu não dei todas as instruções detalhadas do ritual do xixi pré soninho.

Contudo, foi muito mais tranquilo do que imaginei, colocando em prática estes cuidados, notei que o temor era maior na minha cabeça. 😉

Hoje ela já está dormindo sem fralda na soneca da tarde e a noite toda, sem escapadas de xixi.

Aqui está o meu amorzinho checando seu visual com o pijama de “Super Heroína” ❤ Ela adorou!

FullSizeRender
Pijama Veggi – Super Girl

 

Espero ter ajudado, e se você tem mais dicas sobre esta etapa, divida conosco mamãe!

Para quem gostou do Pijama Super Girl, ele é da marca Veggi e você pode encontrá-lo na Boutique Nana Petit clicando aqui.

Beijos ❤

Ana

 

 

Advertisements

Desfralde – Quando começar? Como estimular?

O desfralde pode ser considerado um dos marcos na vida de um bebê e de sua mãe, pois representa mais uma etapa de superação do seu filho rumo ao crescimento, adquirindo independência e deixando mais um pouquinho de ser “o seu baby”! No entanto, todo o processo pode não ser tão tranquilo se não for iniciado no momento certo, que varia para cada criança.

Por isso, hoje vou contar como tem sido a minha experiência de desfralde com a minha filha, digo tem sido, pois vencemos o desfralde diurno, mas ainda não o noturno.

Fique Atenta aos Sinais:

Percebi que era o momento de iniciar seu desfralde depois que ela começou a dar seus primeiros sinais de que tinha consciência do momento do xixi e do cocô e o controle dos mesmos, ou seja, o que o pediatra chama de controle esfincteriano. E isto começou a ocorrer depois de completar seus dois aninhos, ela se abaixava quando ia fazer cocô ou xixi, se incomodava com a fralda e a tirava sozinha, e falava xixi quando acabava de sujar a fralda.

Dê Preferência a Iniciar o Desfralde na Época do Calor:

Confesso que esperei o clima ficar mais amistoso, ou seja, passar o período de frio, pois assim, ela poderia ficar com pouca roupa, e depois de um tempinho trocando a fralda assim que ela dava estes sinais, e a ajudando a discernir o que era xixi e o que era cocô, iniciei o desfralde.

Simbolize para Marcar esta Nova Etapa:

Vale a pena lembrar que foi feito todo um ritual para esta etapa, fomos juntas comprar um “troninho“, no qual ela escolheu a cor, pois a princípio ela reclamava que doía sentar no redutor de assento. Em seguida, escolhemos várias calcinhas coloridas, o que a deixou muito empolgada, em começar a usar calcinhas como a mamãe!

 Dê um Estímulo e Comemore a Cada Vitória:

Além disso, também criei o “Painel do Troninho“, para deixá-la ainda mais engajada com o tema. Comprei uma tela branca e vários adesivos de personagens que ela gosta, dos mais variados, e a cada xixi ou cocô feito no troninho ela escolhia o adesivo que iria para o painel! Isso ajudou bastante, pois o momento do troninho ficou divertido para ela, também era uma distração na hora em que ela precisava ficar um tempinho sentada ali, pois ela ficava olhando os adesivos, fazendo uma pré-escolha do que iria colar, quando não eu já emendava uma historinha sobre algum personagem, tudo para que ela relaxasse e se acostumasse a ir ao banheiro.  E comemorávamos a cada vitória, dando bye -bye antes da descarga, lavando as mãozinhas antes de colarmos o nosso adesivo da vez!

Inicie em Parceria com a Escola:

A princípio eu a lembrava de fazer xixi a cada meia hora e a levava ao troninho, foi fundamental a parceria com a escola, pois lá faziam o mesmo, tanto para lembrá-la e levá-la com a mesma frequência, quanto na comemoração e despedida antes da descarga.

Migre para o Redutor de Assento assim que Possível:

Depois de duas semanas fazendo no troninho, ela migrou para o redutor de assento com a ajuda de um banquinho para dar apoio aos seus pés. Facilitando para ela, que já não dependia exclusivamente do troninho, e poderia ir ao banheiro em qualquer lugar, e para a mamãe aqui que deixou de lavar o troninho!

Tenha Paciência e Persistência:

Escapadelas são super comuns, tenha paciência, não fique brava, e tenha persistência, reforce os ensinamentos, os estímulos e os exemplos. Desde que resolvi tirar a fralda da minha filha não voltei atrás em nenhum momento por mais que isso tenha me dado trabalho. No início levava o troninho com ela para a escola, pois ela não queria sentar no mini vaso da escola, quando ia para a casa da vovó a mesma coisa. Logo ela parou de usar o troninho, passou a usar o mini vaso na escola, então deixei um redutor de assento na casa da vovó e quando saio, ainda carrego um comigo, para evitar qualquer problema.

Inspirações de Calcinhas e Cuecas Divertidas para Estimular o Desfralde:

trio-calcinhas-ovelhinhas
Trio de Calcinhas Ovelhas – de algodão da Veggi
duo-calcinhas-babados
Duo de Calcinhas Babados – de algodão da Veggi
calcinhas-coelhinhas
Calcinhas Coelhinhas – Baby Cottons de Algodão Pima
trio-cuecas-super-herois
Trio de Cuecas Super Heróis – Veggi de algodão
duo-cuecas-boxer-avioes
Duo de Cuecas Boxer Veggi – de algodão

No momento estamos ensaiando o desfralde noturno, confesso que estou apreensiva, pois tem dias em que a fralda amanhece seca e tem dias que não. Logo, iniciarei esta fase e voltarei aqui para relatar como foi, enquanto isso, conto com as mamães que já passaram com seus filhos pelo desfralde por completo, que contem aqui sua experiência e nos ajudem em mais esta nova etapa!

Beijo ❤