Amamentação em 3 Ps: Paciência, Persistência e Perseverança!

Mesmo antes de engravidar, assim como a maioria das futuras mamães, já escutava que a amamentação com leite materno é a melhor alternativa para um bebê.

Mas o que ninguém te conta é que o começo da amamentação não é nada fácil! Como qualquer outra mãe cheguei do hospital com minha bebê necessitando de cuidados, eu me recuperando de um procedimento cirúrgico…nada parecia com os comerciais e campanhas publicitárias sobre o tema.

Como sou uma mãe recente (de apenas dois meses), creio que minha experiência pode ajudar outras mães a passarem por este curto período de adaptação.

Muitas pessoas orientam que na gestação já comecem os preparos dos seios.  No meu caso, procurei não passar óleos ou hidratantes nos bicos e tomar sol nos seios, mas na prática não achei que fez muita diferença.

O hospital que tive minha filha tem uma certificação de Amigo da Criança e logo na primeira hora de vida amamentei com o colostro.

Não vou dizer que a amamentação é muito simples, pois não é. Apesar de eu ter o colostro e depois não ter problemas com a quantidade de leite, tive um problema grave de “adaptação de pega do bebê” e das posições, o que me levou a ficar com o bico do seio todo rachado. A sorte é que uma pessoa do hospital me explicou a pega correta.

foto pega correta na amamentação

Tentei todas as posições recomendadas no hospital, mas tive muita dificuldade, pois estava com um cateter no meu braço esquerdo na altura da dobra do cotovelo e isso me impediu de dobrar o braço, quisera eu ter pedido para o cateter ser transferido para a mão.

As posições que eu mais usei foram a cavalinho, que foi útil enquanto ela era recém-nascida (pois só funciona em bebês pequenos) e a tradicional, que uso até hoje com a minha pequena.

posições para amamentar

Três dias depois, ao sair do hospital, meus bicos dos seios estavam tão machucados que sangravam e inclusive minha filha chegou a ingerir um pouco de sangue e vomitar. Quase desisti! Chorei em casa de dor e de aflição, mas pensei em todos os benefícios da amamentação, resolvi persistir e não me arrependo da minha decisão.

Alguns produtos foram vitais para me ajudar com os obstáculos nessa fase:

Pomada de Lanolina (Lansinoh): usei muitas vezes para cicatrizar, tem um efeito rápido e curativo e não faz mal se o bebê ingerir.

Conchas de amamentação (modelo pós-parto): fundamental no período em que os bicos estavam bem machucados, já que a superfície do produto não raspa no mesmo, deixando-os “respirar”. Não deu certo para eu utilizar durante o dia a dia porque vaza o leite pelos furinhos quando você abaixa.

Mamare: são dois discos de silicone para colocar nos seios, que podem ser colocados na geladeira, o que ajudou muito enquanto eles estavam machucados, pois alivia a dor e ajuda na cicatrização. Aconselho usá-lo somente para dormir, pois se você tiver muito leite como eu, você pode se molhar, uma vez que não absorve o leite que vaza.

Almofada de amamentação (em forma de U): me ajudou muito para acertar a posição da mamada. Se fosse hoje, a teria levado comigo ao hospital.

Bico de silicone: Só usei enquanto meus seios estavam bem machucados, foi o que evitou que minha filha ficasse sem mamar, pois ele protege o bico durante a mamada, evitando que fique ainda mais machucado. A marca que minha filha melhor se adaptou foi Amamente.

Absorvente para seio: está sendo bem útil para dormir e sair. Para mim, foi importante nos primeiros dias proteger a roupa de cama, eu usava uma fraldinha de pano embaixo da onde eu deitava, pois vazava leite.

Sol como cicatrizante: não consegui tomar muito sol, pois como minha filha nasceu num período chuvoso e de muito calor, acabei substituindo por uma lâmpada de abajur e funcionou.

Claro que cada processo de amamentação é um, mas saiba que depois de passada a fase de adaptação, amamentar vale muito a pena. Olhem só como a minha pequenina está saudável somente com leite do peito! Por isso, mamãe, finalizo com 3 Ps: Paciência, Persistência e Perseverança!

mariana

Beijos,

Evelyn

Advertisements

5 Aplicativos Bacanas de Gravidinhas a Petit até 3 anos!

Olá Petit Mom!!

Em tempos de smartphone sempre á mão não há quem resista a um novo aplicativo, seja para informar ou para entreter. Por isso, hoje vou falar sobre alguns aplicativos úteis em diversas fases da maternidade: desde a barriga, passando pela fases de amamentação e de recém nascido dorminhoco até a em que minha petit se encontra: correndo para os 3 aninhos!

Todos os aplicativos listados foram usados por mim em alguma destas etapas, sendo que alguns ainda possuo no celular. Não posso dizer que são os melhores, pois não testei todos existentes no mercado com o mesmo propósito, mas posso dizer que me ajudaram ou ainda me ajudam e portanto representam experiências positivas na minha vida de Petit Mom!

1. Aplicativo para Gestante:

BabyCenterDurante toda a minha gravidez utilizei o aplicativo BabyCenter e adorei! Nele acompanhei minha gestação semana a semana com informações sobre cada etapa do desenvolvimento do bebê, inclusive com vídeos explicativos. Além disso, nos ajuda a entender nossos hormônios e todas as mudanças ocorridas na mulher fisicamente e emocionalmente durante este período tão incrível que é trazer outro ser humano ao mundo. E também nos orienta sobre o que comer em cada fase para ajudar nos enjôos e azias.

Lembro que acordava de manhã e mesmo antes de sair da cama, já lia as informações do dia! Foi bem útil e super recomendo para as mamães de primeira viagem!

 

2 – Aplicativo para Monitorar a Amamentação:

mae corujaHoje existem vários aplicativos com a mesma finalidade, não me lembro mais qual utilizei, mas vou recomendar o que a minha cunhada está usando com a minha sobrinha de apenas 2 meses: Mãe Coruja.

Este tipo de aplicativo me ajudou no começo da amamentação, naquele momento em que você chega da maternidade com o bebê em casa e precisa se ajustar a nova rotina, e principalmente passar pelo início da amamentação que é um desafio para toda mulher. Ele ajudou no monitoramento das mamadas, cronometrando o tempo em que minha filha mamava em cada peito e os intervalos das mamadas. Apesar de útil e fundamental no início, ele é fadado a ter uma vida útil curta, pois depois que o bebê entra na rotina e os bicos dos seios param de doer, a amamentação se torna tão natural que o próprio bebê monitora as mamadas e os seus seios te avisam quando está chegando a hora de amamentar novamente. ❤

3 – Aplicativo Babá Eletrônica:

Cloud Baby MonitorSabe quando você viaja para algum lugar ou vai passar o dia fora com seu filhote e esquece a babá eletrônica?! É nesta hora que o Cloud Baby Monitor entra em ação, com o uso de dois Iphones você consegue ver e ouvir seu bebê dormindo em outro cômodo e até falar com ele a distância, além disso, também possui lullabies para acalmar seu bebê e ajudá-lo a pegar no sono! Foi um super achado para a fase baby dorminhoca da minha pequena!!

 

4 – Aplicativo educativo para entreter:

animal worldAtire a primeira pedra quem nunca precisou recorrer a um celular para entreter seu petit naquele momento em que ele precisa ficar um pouquinho parado, seja para comer num restaurante, cortar o cabelinho ou esperar você ser atendida em algum lugar que não se leva criança mas que você precisou levar pois não tinha com quem deixar!?! Pois bem, é nesta hora que o Animal World surge como mágica em minhas mãos, nele a minha filha vê fotos com o som que cada animal faz e ainda possui um livro de colorir com vários bichinho para ela pintar na tela do celular com o seus dedinhos. Me ajuda muito, pois entrete e é educativo!!

 

5 – Aplicativo para assistir o desenho preferido:

playkidsE quando ela enjoa do aplicativo educativo dos animais e ainda estamos em “zona de risco”, apelo para o Playkids! Nele tem um cãozinho em um trenzinho que trás em cada vagão um personagem de desenho animado, aí é só escolher o desenho que quer assistir, alguns são gratuitos e outro não, confesso que só possuo a versão gratuita, pois este só utilizo em casos extremos de entretenimento parado! Mas que ajuda, ajuda! 😉

E você, mamãe qual utiliza ou já utilizou?! Divida com a gente, outras mamães podem estar nesta mesma fase e a sua contribuição será importante para todas nós, inclusive para mim com a minha petit de 2 anos e meio!!

Beijos! ❤